Feira Alternativa 2017

Em Lisboa, nos dias 8, 9 e 10 de Setembro aconteceu no Parque de Jogos 1º de Maio a Feira Alternativa.

O evento oferece workshops, showcooking e palestras sobre diferentes temas e infelizmente só pude ir no domingo.

Não cheguei a tempo de fazer a aula de Yoga mas apanhei um pouco da aula de Chi-kung.

IMG_20170910_124004Assisti a metade do showcooking/ workshop do Leite da Terra  e do EcoChef Paulo Brito e Silva, mas não fiquei até ao fim porque fiz questão de ir a uma palestra com o título Transforma a tua Vida – Como fazer grandes mudanças da tua vida e fazer a diferença na vida de quem te rodeia!. Saí de lá super desiludida porque não ensinou nada, apenas estava a tentar vender o produto. Compreendo… mas estava à espera de mais.

IMG_20170910_194451IMG_20170910_194701

Depois de almoçar numa banca com comida tibetana de ter saboreado um dos bolinhos da Ema Cru assisti à palestra: Autoestima: Em busca do Eu Perdido, que gostei bastante e cuja abordagem nada teve a haver com a primeira palestra e terminei o dia de aprendizagem com o workshop Plantas medicinais e ervas silvestres comestíveis com Fernanda Botelho.

De lá ainda trouxe um saco com coisitas boas!

DSC_0555

 

Trouxe 4 iogurtes de curcuma e pimenta preta da Veganchee (já espreitaram o vídeo com a nossa opinião sobre os iogurtes?) mas acho que alteraram a receita (tenho a certeza que há um ingrediente novo…) e não gostei muito deles desta vez… sniff sniff…

Trouxe uma t-shirt da Freethem um novo projecto português com produção sustentável! Linda e super confortável!

Pimenta Fumada da Chás, Infusões e Especiarias que tem um cheiro brutal e deixa um sabor tão bom na comida.

Vagens de baunilha da Algarve Spice.

Pó de argila ghassoul da Elixir Bio que dá para fazer máscaras para a pele ou para ser utilizado como champô (ainda não experimentei)  e um sistema de depilação com microcristais de silício da KuidArte.

É sempre bom ver e assistir a palestras sobre temas que não sabemos nada, perceber qual a oferta que hoje existe em produtos diferentes que tenham uma maior consciência ambiental e para um melhor cuidado do nosso corpo. Ainda não foi desta que tive coragem para receber uma massagem… mas para o ano há mais!

 

Advertisements
Posted in Uncategorized | Leave a comment

Falhanços

Gosto de cozinhar.

Bom, é óbvio, se não gostasse não teria um blog certo?

Gosto mesmo de cozinhar e adoro quando cozinho para os outros. O problema é que sempre que o faço os pratos saem mal.
Não… Não estou a exagerar, nem estou a gozar. Saem mal, pronto!

Portanto imaginem estar a dar a vossa energia, a vossa boa vontade e alegria ao cozinhar algo que é suposto ficar bom e deixar as pessoas a pensar: “uau! vegan? é bom!” e no final aquilo estar… nheca!

Ontem foi um desses dias. Nos últimos 4 anos (ou um pouco mais)  faço bolos de aniversário decorados com pasta de açúcar para algumas pessoas. No início ainda utilizava ovos mas naturalmente, conforme fui crescendo no veganismo, deixou de fazer sentido fazer bolos com ovos e/ou leite e deixei de o fazer.
Imaginem utilizar uma receita que ficou mesmo boa e que foi aprovada num almoço com mais de 15 pessoas e um mês depois repetirem a dose e o bolo ir parar todo ao lixo! Sim… isto aconteceu. E sabem o que foi pior do que o bolo ir para o lixo? A sensação de falhanço, porque estando o bolo mau reforcei a imagem negativa sobre a comida vegana.

Ontem o meu afilhado pediu um bolo mármore, diz que o de Fevereiro estava muito bom e quiseram outro igual. Fiz um bolo, a medo porque não queria nada que ficasse mau e o bolo verificou-se estar mal cozido, massudo e ainda assisti a um “Bolo? Não que é vegan!” (a pessoa em questão comeu o bolo, mas a imagem negativa está lá.)

E sei que sou humano e que os erros fazem parte e que é natural que as coisas corram mal de vez em quando e que não devo ligar ao que os outros dizem e que… e que… e que…

Mas gostava mesmo de conseguir agradar sempre. Esta é a questão principal. Porque gosto de agradar, gosto quando as pessoas gostam do que cozinho e que fiquem impressionadas com a comida.
A sensação quando isso não acontece é má.
Ontem cheguei a casa com o coração no chão.
Não sei qual é o truque para que os bolos (pelo menos os bolos) me saiam sempre bem.
Queria ter esta coisa, esta única coisa em que fosse realmente boa.

Enfim.

BB

Posted in Uncategorized | 1 Comment

“Como assim, vegan?” o Workshop

Aconteceu no sábado na Green Beans o workshop da Inês David autora do livro “Como assim, vegan?”.

IMG_20170729_114141

Cheguei já o evento tinha começado mas ainda muito a tempo de ver acontecer a primeira receita. Fui recebida com uma bebida de água de côco com morango que me refrescou depois da corrida a que fui obrigada fazer desde a estação até ao espaço.

O plano das festas incluiu:

Panquecas de Alfarroba
Tofu Mexido com Coentros
Hummus
Macarrão
Cheesecake desconstruído

IMG_20170729_121540

As panquecas de alfarroba ficaram deliciosas e vieram acompanhadas de um famoso pão de banana cuja receita podemos encontrar no seu livro (quando ela revelou o seu truque eu pensei! Ah!! eu faço o mesmo!!!!!!), manteiga de amendoim crocante e iogurte.

 

 

O tofu mexido não é dos meus pratos favoritos talvez porque nunca acertei com a receita, mas ali o sal fez toda a diferença e fiquei surpreendida! Foi acompanhado do melhor hummus que comi até à data e o tahini é sem dúvida o ingrediente essencial!

O macarrão foi outra surpresa, sempre gostei de massa com queijo (ou com natas e queijo) e depois de me ter tornado vegana nunca mais voltei a fazer pratos parecidos. Na realidade nem nunca mais me lembrei deles. Por isso fiquei com uma receita que tenho mesmo de partilhar com os amigos, porque acho que vai fazer sucesso! O toque de queijo parmesão da Violife deu-lhe ali um toque a contrastar com o doce do molho. Maravilhoso!

Tudo isto cozinhado apenas com um bico eléctrico e uma liquificadora! Fantástico! Passaram-se assim 2h30 (ou um pouco mais) rapidamente, com a simpatia da Inês e a sua forma de cozinhar que não mete mede ao carnista mais convicto. Creio. A ideia é mesmo simplificar e mostrar que a mudança não tem de ser assustadora.

Entretanto a Inês deu também a conhecer alguns produtos da linha de queijos Violife, como o queijo tipo mozzarella para pizza, o parmesão, o block (oh meu Deus!) e no final do workshop pudemos trazer todos para casa um saquinho com três dos seus produtos para experimentar.

O livro já o tinha em casa mas ainda não foi alvo de experimentações. Em breve.

Grande manhã! Obrigada Green Beans!

(As fotos têm má qualidade, mas porque eu não me entendo com o telemóvel. Também estava um pouco envergonhada e não queria dar “muita cana”!)

 

 

 

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Pudim de chocolate e os 80 anos do meu avô/ Chocolat pudding and my 80 years old grandpa

(For english version, please scroll down -available soon! Sorry… )

Tenho um avô que corre.

E?

Tenho um avô que por razões de saúde começou a correr aos 64 anos. Por ter ganho o gosto começou a participar em provas e a subir ao pódio.

Participou em competições a nível nacional, europeu e mundial. Trouxe consigo umas belas redondas: bronze, prata e ouro. Só não vai participar este ano porque a prova é na Austrália e acaba por ser uma viagem bastante longa…

Em Março deste ano fez 80 anos, pus-lhe uma mesa bonita e fiz-lhe um bolo de baunilha com recheio de chocolate.

A receita para o bolo de baunilha é a do costume e o recheio de chocolate varia consoante os ingredientes que tenho e o meu humor.

Fui pondo aqui e acrescentando ali… o resultado ficou bastante razoável. Sendo uma super gulosa, usei uma parte do recheio para o bolo e o resto comi-o à colher… Ups!

Assim surge um pudim, não exactamente como o recheio que fiz, mas bastante parecido:

Pudim de chocolate:

Ingredientes:

  • 250 ml de bebida vegetal de soja (ou arroz/soja)
  • 250 ml de natas de aveia
  • 2 colheres de sopa de amido de milho (2 1/2 se usarem bebida de arroz/soja)
  • 2 colheres de sopa de cacau cru
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavado (caso usem cacau magro ou outro tipo de chocolate em pó metam 2)
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • avelã torrada triturada q.b.

Num tacho misturar a bebida vegetal, as natas, o açúcar mascavado e a baunilha. Colocar em lume brando.

Aos poucos, sempre mexendo com a vareta, acrescentar o cacau e depois o amido. Dependendo do tipo de leite vegetal terão de acrescentar mais ou menos amido. Para mim o leite de soja é o que resulta melhor neste tipo de receitas, mas pondo mais meia colher no de arroz/soja também resulta. Só se vão aperceber da consistência do preparado após algum tempo deste começar a ferver. Quando ferver continuar a mexer por mais 2 minutos, desligar, colocar em pequenas taças ou numa taça grande.

Decorar com avelãs torradas por cima fica uma combinação deliciosa!

Bom apetite!

 

Posted in Dessert, Receitas, Recipe, Sobremesas | 2 Comments

Semana Vegetariana 2015 e uma receita para começar o dia #5/ Vegetarian week and recipe to start the day #5

(For english version, please scroll down)

Dia 5! Quase a acabar a semana!

Hoje temos uma convidada que nos vai partilhar o seu pequeno almoço! A Patricia do Not Guilty Pleasure foi a primeira blogger que conheci, de sempre! Foi no Martim Moniz e eu tinha estado numa festa Holi que houve por lá. Estava num estado lastimoso!! Depois fomos para o Amoreiras para assistir a um wokshop de macrobiótica e visitar as bancas veganas que por lá andavam.

A primeira vez que estive com ela (e sim já tinhamos trocado imensos emails a falar de tantas coisas sem ser veganismo e receitas) que aquela tarde parecia que tinha sido entre duas amigas de longa data.

Obrigada Patricia! Pela receita e mais, pela amizade! 🙂

“Pudim de Chia e Baunilha com Fruta Fresca

Se me perguntarem qual é o meu pequeno almoço favorito não é fácil responder. Adoro pequenos almoços, pudesse eu e tinha todos os dias uma mesa cheia, à hotel, com coisas boas e variadas para comer logo de manhã, pão, fruta, panquecas, leite vegetal, fatias de tomate e abacate, manteigas de frutos secos, hummm, fico cheia de fome só de pensar!

Claro que nos dias que correm, com pressa para ir trabalhar e pouco tempo, infelizmente, para reservar àquela que é a refeição mais importante do nosso dia, optamos por coisas mais rápidas e pequenos almoços mais modestos. Mas isso não significa que não possa ser um banquete na mesma! E este é o meu banquete em frasco, um super delicioso pudim de chia e iogurte, com frutas frescas e alguns frutos secos, cheio de bons nutrientes para o nosso corpo (oláaaa ómega-3!!!), muito saciante, que pode ser preparado de véspera para as manhãs apressadas e que vai muito bem na marmita se já não tiverem tempo de comer em casa!

 chia com iogurte2

Ingredientes (para 1 dose)

– 1/2 chávena de iogurte vegetal natural

– 2 colheres de sopa cheias de sementes de chia

– sementes de 1/2 vagem de baunilha

– Fruta fresca a gosto (uso sempre bananas, para adoçar e depois escolho outra fruta)

– Frutos secos (usei nozes mas qualquer outro fruto seco fica bem)

Como preparar

– De véspera junte ao iogurte as sementes de chia e as sementes da vagem de baunilha, misture bem e reserve no frigorífico.

– De manhã (ou mesmo no dia anterior) corte as frutas escolhidas e junte ao pudim, assim como os frutos secos. Se não for comer de imediato junte umas gotas de limão à fruta para que não oxide.

Deliciem-se! 🙂 “

————————————————————-

Day number 5! It’s almost done this vegetarian week!

Today’s guest is the first person I met in this virtual world: Patricia from Not Guilty Pleasure. It happened on a sunday afternoon, after a Holi fest at Martim Moniz 🙂 After a lot of emails and chat I was finally able to meet the person behind the words and it was like we were long time friends!

Thank you Patricia for your kind contribution!! And for your friendship above all!

” Vanilla and Chia Pudding with fresh fruit

If you ask me what is my favorite breakfast it’s not easy to answer. I love breakfast, if I could I would have a full table every morning, like hotels, with a bunch of good stuff to eat like bread, fruits, pancakes, vegetable drinks, avocado and tomato slices, nut butter, hmmm.. I’m already hungry just thinking of that!!!

Of course that in day-to-day basis, with the rush to work and less time, unfortunately, to give to the most important meal of the day, we choose faster things and more modest breakfasts. But that doesn’t mean that it can’t be a feast as well! This is mine in a bottle, a super tasty yogurt and chia pudding with fresh fruits and nuts, full of good nutrients for our body (hellooo omega 3!!!!), very satiating, that can be prepared the night before for those hasty mornings and that can be taken out if you don’t have the time to eat it at home!

chia com iogurte2

Ingredients (1 person):

– 1/2 cup of vegetable yogurt (natural);
– 2 table spoons of chia seeds;
– seeds fo 1/2 vanilla pod;
– Fresh fruits ( I always use bananas to sweeten and then I choose another);
– Nuts or dried fruits.

How to make:

At night join the chia seed and vanilla to the yogurt, mix and set aside in the refrigerator.

In the morning (or the night before if you like) cut the fruits and pour them to the pudding, the nuts too. If you are not eating right away put some lemon drops to avoid oxidizing the fruit.

Enjoy! :)”

Posted in Breakfast, Crudívoro, Pequeno-almoço, Raw, Receitas, Recipe | 5 Comments

Semana Vegetariana 2015 e uma receita para começar o dia #4/ Vegetarian week and recipe to start the day #4

(For english version, please scroll down)

Começo desde já com um pedido de desculpa pelo atraso deste post. No domingo celebrou-se o dia do animal e eu fiz cá em casa um almoço solidário vegano para os amigos, que falarei numa outra oportunidade.

Então a 4ª receita desta semana é uma que me faz lembrar a infância. Comia ao lanche mais a minha irmã. Pedíamos à minha avó e lá ia ela fazer-nos estas papas.

Papas da minha avó! 😉

WP_20151006_10_28_16_Pro

Ingredientes:

– 250 ml de leite de soja com sabor a baunilha
– 1/8 cup de açúcar mascavado (mal cheio)
-1/8 cup de amido de milho (biológico)
– 1 pau de canela
– 1 tira de casca de limão

Colocar o leite num tacho com o pau de canela e a tira de limão a aquecer. Adicionar o açúcar. Aos poucos peneirar o amido e ir mexendo bem até engrossar.

Se gostar colocar canela em pó por cima. Fácil fácil e super saboroso!!

——————————————

Let me apologize for the delay of this post, but sunday was animal day and I gave a vegan luch for a few friends that I will tell you about another day.

This time I’ll share a recipe that makes me remember my childhood. My grandmother cooked it many times for me and my sister at saturday afternoons when we asked her.

My grandmothers cornstarch meal. 😉

WP_20151006_10_28_16_Pro

Ingredients:

– 250 ml of vanilla soy drink;
– 1/8 cup of brown sugar (not full);
– 1/8 cup of cornstarch (organic);
– 1 cinnamon stick;
– 1 lemon peel.

Put the soy drink, cinnamon stick and lemon peel in a pan. Add the brown sugar and mix. Slowly sift the cornstarch and mix very well until it is thickened.

If you like you can put some cinnamon on top. Easy and tasty!!

Posted in Breakfast, Pequeno-almoço, Receitas, Recipe | 1 Comment

Semana Vegetariana 2015 e uma receita para começar o dia #3/ Vegetarian week and recipe to start the day #3

(For english version, please scroll down)

Olá olá!

Então já vamos no dia 3 desta bela semana?

Hoje tenho uma convidada especial… quer dizer… são todas 🙂

A Rita, do blog Vegan aos 30, foi a segunda pessoa que conheci nesta blogosfera. Não me perguntem como fui lá parar, mas sei que lá fui ter e achei uma super coincidência termos ambas nos tornado veganas aos 30 anos de idade!! 😀

Esta miúda, que tem estado para mim nas horas mais chatas, faz hoje anos! E achei adequado reservar este dia para publicar a sua contribuição para este humilde cantinho!

Rita, Parabéns! E que este dia seja especial, mesmo estando a trabalhar 😛 Mas logo não te preocupes, vingamo-nos!

“Antes demais deixa-me dizer que estou orgulhosa pelo empenho no teu blog 😉 Continua assim 😀

Ora o meu pequeno almoço normalmente é fruta, no verão sabia-me super bem comer meio melão ao pequeno almoço, ou pegar em 5 bananas e ir a comer pelo caminho para não perder tempo, mas o outono está aí, a minha estação favorita, e apesar de gostar do calor, ADORO a sensação de acordar vestir o roupão calçar as pantufas e ir fazer umas papas, que deixam a casa a cheirar a limão e canela, e é isso que tenho feito e é o que provavelmente vou fazer nos próximos tempos.

 Todos os dias faço um sumo de laranja para manter afastadas as constipações e assim, e umas papas de aveia com maça e canela, ou com banana. A receita base é esta .

Receita para 2:

* 200ml de água

* 200ml de leite vegetal (normalmente uso o do Aldi de soja e arroz, quando não tenho tempo para fazer outro)

* 100g de Aveia (compro no Aldi)

* 1 pau de canela

* 1 tira de casca de limão

* 4 ou 5 sementes de cardomomo

* Coco ralado (opcional)

* Agave ou outro adoçante

* pitada de sal

*4 laranjas grandes

Coloco a água a ferver com a canela, a casca do limão o sal e o cardomomo e vou fazer o sumo de laranja.

 Quando a agua já está com alguma cor do limão e da canela junto a aveia  e o coco ralado e mexo com a colher de pau até água ser absorvida, e junto o leite. Vou mexendo de vez enquando até começar a ferver e depois desligo e deixo ficar no tacho enquanto corto a maçã e ponho a mesa.

 Divido o preparado pelas duas tigelas e coloco a maçã ou a banana em cima, coloco geleia de agave na tigela do meu homem (eu não sinto necessidade em adoçar), canela a gosto e voilá, um pequeno almoço reconfortante e saboroso para as manhas mais frescotas 😀

IMG_20151002_135148

PS- Por vezes junto sementes de linhaça, de chia ou gérmen de trigo.

Obrigada pelo convite Carlota e uma excelente semana vegetariana para todos….GO VEGAN”

————————————————

Hi!

So we are at day 3 of this nice vegetarian week!

This time for the guest post I invite Rita, from Vegan aos 30, a sweet and nice person that turned vegan at the same time as me! 😀 What a coincidence hm? I enjoy her blog so much and meeting the person behind it was the beginning of a happy friendship.

Today is Rita’s birthday, so it make sense to me to publish her recipe in this special day.

Happy Bday girl and see you tonight! 😀

“Let me tell you first that I’m proud of your effort in your blog 😉 Keep on 😀
Well, my breakfast normally is fruit, at summer it feels good to eat half a melon at breakfast, or take 5 bananas and eat them on my way to work to not lose time, but the fall is here, my favorite season, and, although I like the heat, I LOVE the feeling of waking up, putting on my bathrobe, wear sleepers and cook some oatmeals, that leaves the house with lemon and cinnamon smell, and that’s what I’ve been doing and probably will be doing for the times to come.

Every day I make orange juice to keep away colds and stuff, and some oatmeals with apple and cinnamon or with banana.

Recipe for 2:

*200ml of water
*200ml of vegan milk ( I usualy use rice and soy milk from Aldi, when I don’t have time to do some)
*100g of oats
*1 cinnamon stick
*1 piece of lemon peel
*4 or 5 cardamom seed
*shredded coconut
*agave or another sweetener
*pich of salt

*4 big oranges

I boil the water with the cinnamon, lemon peel, salt and cadamom while I do the orange juice.
When the water has some of the color from the lemon I add the oats and coconut and mix with wooden spoon until all water is absorbed, then I pour in the milk. I mix once in a while until it boils, turn it off and let in resting in the pan while I cut the apples and set the table.
I split the oatmeal into two bowls and add apples or banana on top with agave in my man’s bowl (I don’t have the need to put some sweet in), cinnamon et voilá, a comfortable and tasty breakfast for those chilly mornings 😀

IMG_20151002_135148
P.s- Sometimes I put fleexsad seed, chia or weat germ.

Thank you for your invitation Carlota and a great vegetarian week for you all… GO VEGAN!”

Posted in Breakfast, Pequeno-almoço, Receitas, Recipe | 2 Comments